Leandro de Souza

Aluno do PreVest em 2016

Foi uma experiência única e enriquecedora. Tudo o que aprendi nesse tempo foi muito proveitoso e todo aprendizado levarei para sempre, pois os responsáveis (professores e madrinhas), para que o projeto acontecesse da maneira que aconteceu, se esforçaram mais até do que podiam. Fizeram o possível e o impossível para dar aos alunos os melhores conteúdos, de uma forma que jamais tivemos. Professores empenhados em ajudar todos os alunos e dedicados em nos ensinar da melhor forma possível. Todos os envolvidos, de alguma maneira, contribuíram para que saíssemos de lá preparados para o mundo e com uma mentalidade diferente da que tínhamos quando entramos.

O PreVest, sem dúvida, tornou esse ano um ano que guardarei para sempre. Com certeza, saí de lá com uma mente aberta e crítica e hoje vejo o mundo de outra forma.
Obrigado, PreVest!

Adriane Bispo

Aluna do PreVest em 2016

Antes de entrar no PreVest, eu tinha outros objetivos para o ano de 2016, mas eu precisava ter certeza para decidir o que iria fazer, só que o que eu queria fazer acabou não dando certo... E eu não entendi... Mas por que não deu certo, se era algo bom e era algo que eu realmente queria? Eu não tive a resposta da minha pergunta naquele exato momento, porém mais tarde a resposta foi surgindo. Eu conheci o PreVest e me inscrevi, mas depois achei que não ia dar para fazer a prova de seleção, por ser num dia de sábado. Eu já estava perdendo a esperança até que surgiu a oportunidade de fazer a prova depois do pôr-do-sol. Eu fiquei tão feliz, principalmente depois, quando consegui passar. Agora eu estava fazendo parte de um curso Pré-Vestibular totalmente gratuito! Agora eu estava fazendo parte de uma família chamada PreVest que marcaria e que marcou pra sempre a minha vida! Sabe por que aquele objetivo que eu tinha não deu certo? Porque, se tivesse acontecido como eu queria, eu não teria conhecido o PreVest. Algumas portas se fecham para que outras portas sejam abertas. Eu estava em busca de novas experiências, de novos aprendizados e de conhecer novas pessoas. Com o PreVest, eu pude ter tudo isso e ainda pude ter mais do que eu imaginava! Obrigada a todos os professores, colaboradores e alunos do PreVest: vocês são muito especiais pra mim!

Alexandre Ribeiro

Aluno do PreVest em 2016

Passar pelo PreVest foi além de um preparo para o ENEM. Fiquei em torno de dois meses perdido no curso, que era estranho para mim. Estava tendo resistência para me adaptar e estava muito atrasado quanto ao nível da turma. Depois de que passaram esses dois meses, comecei a estudar mais. Minha vida girava em torno do cursinho e, gradativamente, meu desempenho foi aumentando. Minha maior dificuldade era Redação. Lembro que não conseguia redigir uma redação. Por esse problema, quase desisti do curso, mas, com ajuda dos professores, alunos e madrinhas, melhorei muito, muito mesmo, de tal maneira para sentir-me seguro de fazer algo sabendo que o resultado vai ser positivo. O PreVest sempre vai fazer parte da minha história, pois transformou meu conhecimento de mundo.

Tâmara Florência

Aluna do PreVest em 2016

Minha experiência no PreVest não poderia ter sido melhor. Não havia participado de nenhum cursinho e me surpreendi como este projeto conseguiu fazer uma enorme diferença. Posso afirmar que não sou mais a mesma depois deste cursinho. Sinto-me prestigiada e feliz por ter feito parte da turma pioneira deste lindo projeto e ter adquirido não só conhecimento acadêmico mas também adquiri novidades. O PreVest é muito mais que um cursinho preparatório; é um grupo de pessoas maravilhosas provando que unidas conseguem alcançar o além e fazer diferença com a Educação. Eu sou a família PreVest!

Victor Fernandes

Aluno do PreVest em 2016

Acredito que seja muito difícil para qualquer estudante do PreVest descrever o que sente pelo curso. Esse espaço de conhecimento, humanidade e amor à educação passou a fazer parte da minha vida em um momento muito delicado para mim e todo o meu núcleo familiar. Passávamos por um período de luto pela perda de um parente muito próximo, por uma fase em que minha mãe se encontrava em recuperação após uma embolia pulmonar e em um estágio exacerbado de crise financeira (atual condição de muitas famílias no país). Enfim, lembro-me do quanto minhas noites eram mal dormidas, pensando, ou melhor, tentando pensar em uma boa preparação para conseguir o ingresso na Universidade. Ao mesmo tempo, via-me constantemente desesperançado com o mundo acadêmico, que em tal instante parecia longe do meu alcance intelectual. 

Certo dia, ao conversar com minha mãe (que estava extremamente preocupada com o meu futuro), ela comentou comigo sobre ter lido num noticiário a respeito de um curso pré-vestibular gratuito. Sendo assim, acabei me interessando e me inscrevendo para o seu processo seletivo, mesmo estando demasiadamente desanimado, dentro do contexto que eu vivenciava na época. Consegui a vaga no PreVest e as aulas se iniciaram - vocês devem estar pensando isso. Não! Não foi só isso. Começava ali muita coisa.

Muito além de aulas, estudos, simulados, monitorias, de muita paciência e atenção dos professores comigo ao tirarem minhas dúvidas (na maioria das vezes fora do curso, em ambientes virtuais nos diversos horários do dia). Começava muito mais do que isso. Ali surgia um amor ao conhecimento e à educação. Surgiam boas amizades e uma grande aproximação com os professores (muitos que até hoje eu levo comigo como mentores e até mesmo como grandes amigos). Não percebíamos na época, mas criávamos naqueles instantes uma rede, uma verdadeira comunidade PreVest. E, quando eu me toquei, já não era mais o garoto de antes que tinha medo da eloquência dos outros, da comunidade científica e dos seus preconceitos, da sociedade e, principalmente, de mim mesmo. Quando me toquei, toda a opressão que estava sobre minha pessoa tinha desaparecido. Percebi que o PreVest me proporcionou um processo de desconstrução e ressignificação da minha personalidade. E foi ali que eu notei o quanto eu cresci, o quanto eu sustentava e dava manutenção a discursos de ódio e à própria ignorância que nos cerca, dentro da condição de seres humanos. Percebi que tinha me libertado de amarras sociais, de estigmas e de muitos preconceitos. Percebi que a educação vai muito além de grandes cursos corporativistas, que colocam o professor na condição de um sofista (quem vende o conhecimento) e os alunos na condição de uma massa homogênea que segue o mesmo padrão de vida, de costumes, de cultura, de valores. Constatei o quanto a educação é distorcida no nosso país, o quanto a ciência ainda é preconceituosa e o quanto as universidades são, a todo momento, feitas para atender somente a uma classe. E certamente isso se deve ao fato de que o conhecimento é transformador. E, quando ele é bem transferido na relação professor-aluno, gera um poder gigantesco para um estudante. Um poder muito além de saber, por exemplo, o nome dos principais filósofos. Quando o conhecimento é transformador, ele faz você enxergar os ditos dos filósofos em cada momento de sua rotina e, então, te faz ver a vida com uma outra óptica. Na verdade, te faz ver a vida com várias ópticas diferentes. E, infelizmente, sabemos que ainda existe um imenso esforço para que o conhecimento não seja democratizado, que ele não seja acessível a todo mundo, porque ele é capaz de libertar a esmagadora opressão exercida sobre muitas pessoas. E foi isso que o PreVest me proporcionou. O PreVest me libertou!

Ainda faltam algumas semanas para o resultado do ENEM, mas o sentimento de vitória já é presente dentro de mim. Já me sinto um grande vitorioso pelos sensos de política, cidadania e, sobretudo, humanidade adquiridos. Entrei no curso buscando "x" e saí com "10x". A estrutura, o material de estudo, o acompanhamento pedagógico (madrinhas), as monitorias de redação (que, certamente, fizeram todo diferencial para mim), as monitorias convencionais, as aulas de ioga.... tudo! Tudo foi muito bem elaborado e feito de uma forma especial. Tudo foi feito pensando em nós estudantes. Lembro-me de que tinha uma época em que eu fazia do curso minha casa, meu refúgio. Meu dia só começava de fato quando chegava a hora de ir ao PreVest. Nunca imaginei que essa rotina árdua de vestibulando poderia ser algo prazeroso e acompanhado por pessoas que se importam verdadeiramente com você. Mas foi! E como foi! E hoje tenho um imenso orgulho de dizer que fiz (e sempre farei) parte dessa comunidade PreVest.

Daiane Lima

Aluna do PreVest em 2016

Neste ano de 2016, tive a grande oportunidade de estudar no cursinho gratuito PreVest, no qual tive acesso a professoras e professores fantásticos, aos melhores materiais didáticos, um espaço acolhedor gentilmente cedido pela faculdade Área 1 e um conhecimento para além das disciplinas cobradas no ENEM, pois a contribuição desse cursinho foi importantíssima pra mim enquanto pessoa. Adquiri conhecimentos que levarei por toda vida.

Como agradecer a esse grupo de pessoas unidas em busca de um objetivo maior: dar oportunidade a pessoas que não possuem condições de arcar com os custos de um cursinho particular, e assim, favorecendo um ensino de qualidade, contribuindo na redução da intensa desigualdade social que vivenciamos no Brasil? O acesso às universidades é ainda elitizado e atitudes como essas permitem que pessoas, oriundas de escola pública que tiveram um ensino médio insuficiente, possam se sentir confiantes e capazes de competir por uma vaga no curso e universidade de interesse.

Com isso, sou eternamente grata a todas as professoras e professores, as madrinhas, a equipe da Área 1, ao grupo Bernoulli, a equipe do Interseção, e a todas e todos colegas - muitos tornaram-se amigas e amigos - que me acompanharam nesse ano de intenso aprendizado.

Assim, encerro dizendo que não acaba aqui, que palavras não são capazes de descrever o que o PreVest significou pra mim e que, independente de qual seja o resultado nos vestibulares, visto que são muitas variáveis que influenciam no resultado final, posso garantir que a parte do PreVest foi realizada da melhor forma possível, pensando em tudo, com sistema de amadrinhamento, aulas de yoga, monitorias, corretores e corretoras de redação e, até mesmo, disponibilização de números pessoais de professoras e professores, que permitiam que eu tirasse minhas dúvidas até de madrugada, rs. Só agradecimentos e um pedido às próximas pessoas contempladas: aproveitem o máximo e valorizem bastante porque a experiência é única!

Janedson Almeida

Aluno do PreVest em 2016

Tenho 22 anos e sou vestibulando para o curso de Medicina. Em 2016, tive a grande oportunidade de conhecer um cursinho diferente de muitos outros que já frequentei e para mim foi uma experiência incrível. É muito bom falar do PreVest e, ao mesmo tempo, impossível não sentir aquela saudade das boas lembranças e dos momentos maravilhosos que vivi na sala 317. Em relação aos professores, posso dizer que todos são maravilhosos, dinâmicos e sempre dispostos a ajudar e melhorar o seu próprio desempenho. Super indico o PreVest e sem dúvida é o melhor cursinho de Salvador, pois lá aprendi a aprender!

Lorena Mello

Aluna do PreVest em 2016

Ser aluna do PreVest foi uma experiência única na minha vida, intelectualmente e humanamente falando. Um cursinho admirável pela seriedade e o compromisso com o futuro de seus alunos. A equipe de voluntários é visivelmente apaixonada pelo projeto e pelas ações desenvolvidas na promoção de uma educação igualitária em meio a uma realidade social marcada pela desigualdade. Tive muitas vitórias particulares durante o curso, principalmente ao superar assuntos no qual eu tinha deficiência e, nesse momento, quero agradecer profundamente à família PreVest pela dedicação e a super-atenção que recebi durante o curso. Assim como alguns colegas, percebi como os professores se esforçavam e se sentiam vitoriosos com nossas superações. Desejo muito sucesso à turma de 2016. Foi um ano intenso e cheio de determinação (tanto dos alunos quanto dos professores), portanto tenho certeza de que a vitória já é nossa! Perseverança sempre!

Alípio Neto

Aluno do PreVest em 2016

Família PreVest!

Tudo começou com um amigo. Ele me apresentou o site e eu me inscrevi. Dias depois fui fazer a prova e aí foi quando a história começou. A primeira grande amizade foi com a professora Jana Viscardi, a gloriosa. Naquele mesmo momento conheci a Damares Soares e a Larissa França, colegas de classe. Logo em seguida, saiu meu nome na lista de aprovados: início de uma vitória. Fui fazer a entrevista de renda e, naquele momento, tive o prazer de ganhar mais uma amiga e que depois foi minha madrinha: Milena Paim.

O primeiro dia de aula vai ficar nas minhas melhores lembranças. Participamos de uma dinâmica conduzida por Jana Viscardi. Foi uma forma de conhecer os professores e colegas de turma. Dias foram se passando e a turma ficando cada vez mais unida; era um ajudando o outro.

Houve dias difíceis, aqueles dias em que o cansaço tomava conta devido a rotina puxada, pois tinha de acordar 5h da manhã para trabalhar, saía do trabalho direto para a aula, que começava 18:20h e encerrava 21:50h, mas não pense que acabava por aí. Depois de que chegava em casa, por volta de 22:30h, ainda ficava acordado até umas 2h da manhã estudando e foi assim por cerca de uns nove meses, mas a Familia PreVest dava aquela força para não desistir com excelentes aulas e com um ambiente confortável.

Próximo do dia do ENEM, na última aula, que ocorreu no auditório, tive certeza do grande amor que tenho por todos e a vontade de participar desse projeto que tem uma filosofia linda. E como não falar de um dos grandes amigos que levarei para a vida toda? O nome dele é Fred Frydman, mentor do projeto. Assim também tiveram vários outros voluntários que participaram e que amo muito. No dia da prova todos os colaboradores estavam presentes, escutava a voz e os conselhos de todos, de Gabriel Abreu, Marcelo Poletto, Lazaro, Jamile Brito (Janjan), Misael Alexandre (Misa), entre outros, essas pessoas com certeza fizeram diferença em minha vida.

Obrigado, Família PreVest, pela grande evolução que vocês fizeram em mim. Agradeço também as amizades que fiz, amizades verdadeiras. Ah! E o que falar do churrasco? Que venham mais como foi. Grande abraço, estaremos juntos sempre, pois amo vocês.

Vítor Aquino

Aluno do PreVest em 2016

Como descrever algo tão maravilhoso, lindo e intenso como o PreVest?

Bem, o PreVest inicia-se para mim quando eu e alguns amigos decidimos realizar algumas pesquisas referentes a cursinhos pré-vestibulares de Salvador. Desta forma, através de um anúncio nas redes sociais, descobrimos o PreVest. Logo nos inscrevemos e aguardamos a data tão esperada do vestibulinho, prova que definiria quem iria à próxima etapa da seleção.

Chegado o dia da prova, apenas eu e um amigo, entre cinco que se inscreveram, fomos fazê-la. Aguardamos o resultado e, no grande dia estávamos lá, aprovados na primeira etapa.

Apesar de ter sido aprovado, meu amigo, por razões adversas, acabou desistindo e não compareceu àquela que foi a última etapa da seleção, a entrevista de renda, mas eu prossegui. Após os processos de seleção, saiu o resultado e eu estava entre aqueles que fariam parte do cursinho em 2016.

Assim, então, iniciaram as aulas e eu, iludido, achei que aquele seria apenas um curso pré-vestibular como todos os outros; mal sabia o que me aguardava. Tive algumas dificuldades, alguns problemas familiares, mas, a cada aula eu observava todas aquelas pessoas, estudantes e professores com tantos problemas iguais ou maiores que os meus. Todos faziam algum esforço para estar presentes naquele momento. Tudo aquilo só me fez ter mais forças para resistir e persistir. Assim, continuamos a luta com intensos períodos de estudo, problemas com o tempo, imprevistos, acúmulo de alguns assuntos, aquela velha vida de estudantes pré-vestibulandos.

Contudo, o PreVest foi bem mais que isso. Acho que poderia descrever que ali foi a "construção da desconstrução". A cada contato com as diversas opiniões, a cada papo tanto com professores e madrinhas quanto com os colegas de sala foi um enriquecimento, amadurecimento, um crescimento não apenas relacionado ao conhecimento acadêmico, mas um crescimento humano.

Sempre que estou em um diálogo com amigos ou entre familiares, comento algo referente a este curso que tive a satisfação de participar, com essas pessoas maravilhosas, os voluntários pela educação, esses seres humanos lindos que vocês são. Não há como não amar cada um de vocês.

O PreVest, sem dúvida alguma, tornou-se uma grande família, uma relação que jamais esquecerei, os levarei sempre comigo: professores, madrinhas, voluntários e os colegas e amigos que fiz durante este ciclo e a corrente continuará. 

PreVest, voluntários pela educação, obrigado a todos vocês!

Please reload

Colaboradores:

Entre em contato:
prevest.ssa@gmail.com

Endereço das aulas em 2019:
Rua das Araras, 114 - Imbuí, Salvador - BA